segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Procura-se

Procura-se uma mulher
Não uma menina qualquer
Procura-se uma pessoa madura
Que tenha atitudes adultas
Procura-se alguém de boa conduta
Transparente, segura,
Procura-se uma mulher honesta
Não uma mulher casta, que isso é doença ou ilusão,
Mas que seja pura de coração.
Se falar a verdade e não tentar enganar
– mesmo que por omissão –
Já está de bom tamanho.

Procura-se uma mulher amiga
Em quem se possa confiar,
Procura-se uma mulher sem intrigas
Com quem eu possa contar,
Procura-se uma mulher de atitude
Que diz o que quer, sem joguinhos,
Procura-se uma mulher decidida
Que saiba o que quer, aonde quer ir,
Procura-se uma mulher que goste de gentileza
Que goste de cavalheirismo,
De romance e romantismo
Mas não uma que seja submissa,
De modo algum uma mulher para me servir.

Procura-se uma mulher.
Não, uma Mulher!
Com “M” maiúsculo, e digna disso,
Mulher no coração, Mulher na cama,
Mulher no trabalho, Mulher na sociedade.
Não, não uma Mulher perfeita
– sei que tais não existem, as pessoas perfeitas –
Pode ter TPM como todas,
Mas não o mês todo, como algumas,
Pode ter ciúmes de outras mulheres,
Mas lembrar que não está comigo à toa,
Pode ter os defeitos típicos e comuns,
Mas saber admiti-los, e não atirá-los nos outros,
Pode ter suas dúvidas e aflições,
Mas não procurar disfarçá-las em coisas insignificantes.

Procura-se uma mulher que não dê bola
Para conversinhas negativas das amigas
Especialmente das desinformadas,
Ou das invejosas e despeitadas.
Procura-se uma mulher que cuide de mim,
Mas não de forma invasiva,
Procura-se uma mulher que queira ser cuidada,
Mas não que me queira escravizar.
Procura-se uma mulher que sonhe alto
Mas que tenha os pés firmes no chão,
Procura-se uma mulher que sonhe junto
Mas tenha projetos próprios,
Procura-se uma mulher que ame-se a si,
Mas que não pense apenas no próprio umbigo.

Procura-se uma mulher que ame com verdade.
Procura-se uma mulher a quem se possa amar.
Conheces alguma?

-
Pablo de Araújo Gomes, 27 de dezembro de 2010