sábado, 20 de junho de 2009

Sexo

A fervura dos sangues
O contrair ritmado das carnes
Êxtase.
O enlace das pernas toma um corpo
Guia a viril pulsação para dentro de si

A mistura dos suores
O movimento frenético
Superação.
Entre beijos, carícias, unhadas e mordidas
Pujantes corpos jovens jamais cedem à exaustão

Os olhares cruzados
Corpos rijos, pêlos eriçados
Paixão.
Por instantes, nada mais existe
Por um momento, são apenas os dois

Reticentes, corpos deleitam-se
No prazer de bem satisfazer
O seu mais doce instinto


Pablo de Araújo Gomes, 20 de junho de 2009